Saiba como definir metas que estimulem sua equipe

2019-12-10T15:05:14-02:0019 setembro, 2016|Gestão de Pessoas no Varejo|

Saber definir metas é indispensável. É uma das mais poderosas ferramentas para estimular sua equipe na busca pelos objetivos organizacionais. Quando bem desenvolvidas, alinham e engajam todo o time de trabalho, servindo como uma bússola para se alcançar os objetivos da empresa, por mais ambiciosos que eles sejam.

Contudo, ainda há muita confusão na hora de definir esses objetivos. Muitos gestores encontram dificuldades e, por falta de informação, acabam por elaborar metas ineficientes. Sabendo disso, desenvolvemos este post para você. Continue lendo e descubra como definir metas que estimulem sua equipe.

Aprecie o ambiente de trabalho

Todas as ações de uma empresa devem ser pensadas de forma estratégica, pois ninguém quer perder tempo com atividades inúteis, não é mesmo? Na hora de definir suas metas isso também deve ser considerado.

Antes de tudo, é importante analisar os ambientes interno e externo da empresa, buscando informações que possam subsidiar a elaboração das metas. No ambiente interno, avalie o histórico de vendas, a produtividade e as despesas não estratégicas. No externo, busque as oportunidades e ameaças do mercado que podem ser usadas.

Para isso, é interessante usar como ferramenta a análise SWOT, que busca identificar os pontos fortes e fracos do ambiente interno e as ameaças e oportunidades do ambiente externo. Com essas informações, fica muito mais fácil definir boas metas para toda a empresa.

CTA ebook desmotivarPowered by Rock Convert

Elabore metas inteligentes

Com base nas informações coletadas, é hora de definir metas que tenham um real valor para o negócio e também para os colaboradores. Uma boa meta possui cinco principais características, elas são: específicas, mensuráveis, alcançáveis, relevantes e temporais — padrão mundialmente conhecido como SMART. Vejamos melhor:

  • Específicas: É tratar com clareza cada meta, fazendo com que todos os envolvidos e interessados possam entendê-las facilmente. Metas específicas costumam identificar seus responsáveis, que serão cobrados pelos resultados esperados.
  • Mensuráveis: Metas eficientes são traduzidas em números ou percentuais que podem facilitar seu entendimento e também servem como métrica de desempenho, indicando o quão próximo ou distante cada colaborador está de alcançá-las.
  • Alcançáveis: Não adianta propor coisas impossíveis, isso não vai fazer com que sua equipe “compre” a ideia. A meta deve sempre ser alcançável, baseada em análises consistentes do ambiente interno e externo da empresa.
  • Relevantes: Elas não existem apenas por existir, todas são relevantes para que o negócio tenha sucesso e possa se diferenciar em meio ao seu segmento. Elas devem ser ambiciosas e relevantes, desde que nunca fujam da realidade.
  • Temporais: Além de tudo, lembre-se que elas devem contar com um tempo bem definido. O prazo para o alcance das metas não pode ser longo demais, pois os colaboradores podem perder o foco. Desenvolva metas mensais, com pequenas variações entre cada mês.

Ofereça recompensas de valor

Este último ponto sempre deve ser lembrado. Não adianta apenas definir metas inteligentes, é importante aguçar o interesse da equipe pelo seu alcance. Para isso, é interessante definir recompensas que tenham um real valor para toda a equipe.

Diferente do que muitos acreditam, o dinheiro não é a única recompensa almejada pelos colaboradores. Atualmente existem maneiras mais criativas e econômicas de estimular os funcionários. Já pensou em um rodízio de pizza, uma vaga exclusiva na garagem ou mesmo um dia de folga? São algumas ideias de baixo custo e que agradam os colaboradores.

E então, agora que já sabe como definir metas que estimulam sua equipe, que tal descobrir mais sobre o assunto? Leia nosso post sobre como desenvolver o ciclo de gestão de desempenho. Vamos lá!

Deixar Um Comentário