Como aplicar o big data no varejo? Confira

2019-11-28T15:04:39-02:0028 novembro, 2019|Sales Performance Management|

O uso de dados ajuda a entender melhor as preferências do seu cliente e a oferecer um serviço personalizado

Você certamente já ouviu falar em big data. Esse conceito, que vem revolucionando as empresas e a administração de funcionários, também pode ser usado na sua loja mesmo que ela tenha um menor porte. Embora pareça algo complicado, o uso do big data no varejo ajuda muito a aumentar o faturamento e a colocar o seu comércio na frente da concorrência.

Quer entender melhor sobre big data e como aplicá-lo no varejo? Acompanhe o post!

O que é big data?

O conceito de big data se relaciona a um grande volume de dados, estruturados ou não. Esses dados são analisados para a obtenção de insights e uma compreensão maior do cenário seja da empresa, do comércio, e, até mesmo da performance de funcionários.

No varejo, esse conceito pode ser aplicado para entender melhor a relação de consumo entre clientes e loja, colocando o consumidor no centro do negócio. Essa abordagem só é possível graças ao uso de ferramentas tecnológicas que permitem a coleta e avaliação desses dados, obtidos no seu histórico de compras, integração no omnichannel, entre outras fontes.

Como o big data pode ajudar na gestão do seu negócio?

Esse grande volume de informações pode ajudar no crescimento da sua loja, se usado de maneira consciente e direcionado a um objetivo. Conheça as principais vantagens.

Previsão de demanda

Partindo da análise de comportamento dos clientes, é possível prever demandas e necessidades de compra. Essa previsão colabora não só para a loja se preparar para procuras sazonais, como ajuda a oferecer os itens que realmente são necessários, evitando estoques parados.

Powered by Rock Convert

Uso mais inteligente de recursos

Por meio da análise de dados, é possível entender o fluxo de pessoas na loja e a interação no site ou redes sociais. Com isso, o lojista pode aplicar a verba de maneira mais racional e planejada, concentrando valores nas estratégias que apresentam resultados mais consideráveis.

Adaptação mais rápida às mudanças

Vivemos em uma realidade em que as mudanças do mercado ocorrem em ritmo quase que frenético, muitas vezes impossibilitando o lojista de acompanhar todas as tendências.

O big data permite uma análise mais completa da situação e favorece a correção dos pontos que podem atrapalhar o bom andamento do negócio. Com isso, o empresário consegue se adaptar muito mais rapidamente e atender os clientes com qualidade.

Conhecimento dos clientes

Um dos grandes trunfos do uso de dados é a possibilidade de conhecer mais a fundo as necessidades e preferências dos seus consumidores. Essas informações ajudam a estruturar planos de marketing mais eficientes, a compreender em quais produtos o investimento é maior e, até mesmo, a oferecer um atendimento personalizado e capaz de fidelizar o consumidor.

A aplicação do big data no varejo está especialmente concentrada no conhecimento mais aprofundado dos clientes, permitindo a construção de um relacionamento mais sólido. Esse conceito favorece também a definição de indicadores capazes de medir diversos aspectos importantes para o crescimento da loja, como interação, aumento das vendas, produtos mais solicitados etc.

Esse uso de informações no varejo é bem interessante, não é mesmo? Se você quer receber mais conteúdos capazes de ajudar na gestão do seu comércio, assine a nossa newsletter e seja notificado sobre as novas publicações!

Deixar Um Comentário