Porque o trabalho em equipe no varejo é tão importante

2020-08-25T10:53:24-03:0020 julho, 2018|Capacitação no Varejo, Gestão de Pessoas no Varejo|

O trabalho em equipe oferece uma série de vantagens às empresas do varejo, como a maximização dos resultados e o aprendizado coletivo. Neste artigo, explicamos cuidadosamente o assunto.

Hoje vamos falar sobre a importância do trabalho em equipe no varejo e como isso pode impactar seu negócio. Afinal, é indispensável que o time tenha uma boa relação para criar um ambiente agradável, fazendo com que os colaboradores se sintam felizes durante o período de trabalho. Esse sentimento é refletido nos resultados diários.

Nenhuma empresa alcança o seu auge com o esforço de apenas uma pessoa, não importa o quão inteligente seja o administrador. O trabalho em equipe não significa a incapacidade de conseguir algo sozinho, muito pelo contrário: destaca a habilidade de gerenciar um time entrosado e que sabe da importância de cada membro para alcançar um objetivo coletivo.

Quais são os maiores benefícios do trabalho em equipe?

O trabalho em equipe traz muitos benefícios ao comércio. A boa relação entre as partes se reflete por toda a organização, criando um clima organizacional em que os colaboradores se sentem satisfeitos ao fazer parte de um time. Isso contribui diretamente com a identidade da empresa e facilita a retenção de talentos.

Adiante, apresentamos os maiores benefícios.

Melhora o clima de trabalho

Toda empresa conta com algo chamado clima organizacional. É uma espécie de atmosfera que influencia e também é influenciada pelas pessoas. Quando o clima é ruim, as relações no local de trabalho tornam-se desagradáveis e tóxicas. Por outro lado, se o clima é bom, as pessoas tendem a ser beneficiadas e experimentar um maior nível de bem-estar.

Uma das maiores influências ao clima organizacional é o trabalho em equipe. Na medida em que o time vai bem e suas ações são alinhadas, a tendência é que o ambiente torne-se mais agradável. Isso promove uma série de vantagens subsequentes, como a melhoria da experiência dos consumidores atuais, a redução de erros e de conflitos interpessoais.

Maximiza os resultados diários

Toda empresa conta com recursos limitados. Por exemplo, há uma medida finita de tempo, energia e dinheiro que podem ser aproveitados. Como maximizar seu uso? Novamente, o trabalho em equipe tem grande influência. Se os talentos atuam com alinhamento, podem extrair resultados superiores dos atuais recursos, sem que demandem mais coisas.

Dito de outro modo, há mais eficiência diária. É preciso salientar que o oposto também é verdadeiro. Logo, se os talentos não trabalham em equipe, têm mais chances de desperdiçar os recursos que pertencem à empresa e gerar ineficiência operacional. A maximização dos resultados gera uma série de outros benefícios, como o aumento das receitas e do lucro.

Melhora o aprendizado interpessoal

Mais do que nunca, as empresas precisam aprender. Os negócios do varejo estão passando por uma forte transformação digital, chamada indústria 4.0, e precisam sair fortalecidos desse processo. Novamente, o trabalho em equipe é uma grande solução por garantir o aprendizado mútuo e contínuo dos talentos.

O aprendizado interpessoal ocorre de duas principais maneiras: a formal e a informal. No primeiro caso, um novo conhecimento é conscientemente compartilhado entre os membros da equipe — em um treinamento colaborativo, por exemplo. No segundo caso, ele surge de conversas informais e descontraídas, como aquelas que acontecem em um happy hour.

Mitiga falhas de comunicação

A comunicação entre os membros de uma equipe é essencial. Quando não há diálogo, o número de erros, problemas e conflitos interpessoais tende a crescer vertiginosamente. Isso não afeta apenas os funcionários, já que promove prejuízos à empresa e aos clientes. Por outro lado, se há uma boa comunicação, é provável que os processos diários sejam fluidos.

No varejo, com um bom trabalho em equipe, ruídos de comunicação podem ser reduzidos ou até eliminados, garantindo que o emissor e o receptor da mensagem entendam-se bem. Isso ocorre porque os talentos ficam mais próximos, compartilham de confiança mútua e contam com a mesma base de conhecimento. Assim, talentos e empresa são beneficiados.

Como promover o trabalho em equipe?

Para promover o trabalho em equipe, é importante conhecer os profissionais e avaliar como suas competências complementares podem ser aproveitadas. Também é preciso saber lidar com eventuais conflitos interpessoais e destacar a importância individual de cada um dos colaboradores.

Adiante, avançamos cada um desses tópicos e explicamos como utilizá-los.

Conheça a equipe

Não há um modelo padrão de funcionário. Cada um tem suas características, qualidades e defeitos que demandam tratamentos específicos. Portanto, é imprescindível conhecer bem o time de colaboradores para saber quais funções cada um pode exercer em um trabalho em equipe.

O primeiro passo para o trabalho em equipe é o bom relacionamento entre os colaboradores, mas unir pessoas com diferentes comportamentos para um único propósito não é uma tarefa fácil. O ideal é criar um cenário descontraído e dinâmico, em que todos se sintam confortáveis para contar com seus colegas de trabalho. A pesquisa de clima organizacional pode ser uma ferramenta muito útil nesse processo.

Destaque a importância de cada membro do time

Ao designar a função dos colaboradores, o ideal é destacar a importância que cada um tem no resultado final. Assim, o funcionário saberá que é parte essencial de um processo e ficará satisfeito ao ver o trabalho concluído. A valorização individual ajuda a manter a equipe engajada.

Mesmo com o trabalho em equipe, é necessário reconhecer os esforços individuais e os funcionários que mais se destacam em suas funções. Para isso, a gamificação pode ser um recurso importante.

No entanto, o reconhecimento deve vir de forma que os outros colaboradores também se sintam motivados a buscar melhores resultados dentro de suas funções. É essencial esclarecer que todas as partes são importantes para a empresa.

Cada funcionário tem seu próprio objetivo: alguns procuram melhores cargos e salários, outros valorizam o conhecimento e a realização pessoal. Nesse sentido, nota-se a necessidade de conhecer a equipe para saber o que mais motiva cada um a ser parte essencial de um time.

Outro ponto importante para o trabalho em equipe é conseguir manter um grupo sólido de colaboradores, diminuindo ao máximo a taxa de turnover do seu negócio. Quando a rotatividade dos funcionários é frequente, cria-se a sensação de que eles são como peças facilmente substituíveis, o que gera desmotivação e prejudica a performance.

Saiba lidar com conflitos

Durante o dia a dia no comércio, não é raro que aconteçam alguns atritos entre os membros do time. Nessas horas, a maneira como o gestor aborda o caso faz toda a diferença. Uma mesma mensagem pode ser entendida de maneiras distintas por pessoas diferentes, portanto, é primordial saber como lidar com conflitos.

Por se tratar de pessoas, é inevitável que fatores externos interfiram durante o expediente. Problemas familiares, financeiros ou qualquer outra questão não relacionada ao trabalho podem afetar o desempenho do colaborador.

Nessas situações, a compreensão é fator-chave para contribuir com o bem-estar do funcionário. Quanto mais o gestor conhecer a sua equipe, mais vai conseguir identificar quando algo estiver atrapalhando durante as tarefas e, assim, poderá buscar uma solução junto ao funcionário.

Investir em treinamento e capacitação também pode contribuir para o trabalho em equipe. Promover atividades em conjunto aproxima os funcionários e melhora o relacionamento entre eles. Existem diversos tipos de treinamentos para diferentes finalidades, e encontrar um que evidencie o trabalho em equipe pode trazer bons resultados.

CTA ebook treinamento e capacitaçãoPowered by Rock Convert

Quais são as competências necessárias?

Até aqui, você entendeu a importância do trabalho em equipe e como começar a investir nessa prática. É importante destacar que o sucesso do time depende de algumas habilidades específicas, que devem ser aprendidas, desenvolvidas e compartilhadas com entusiasmo no local de trabalho.

Para saber quais são elas, confira os próximos tópicos!

Confiança interpessoal

O trabalho em equipe depende, em grande medida, de confiança mútua. Se os talentos não confiam uns nos outros, dificilmente conseguirão trabalhar como um verdadeiro time. A desconfiança não só afeta o trabalho, também gera intrigas e conversas paralelas. E mais, faz com que os talentos sintam-se sobrecarregados, pois precisam cuidar de tudo sozinhos.

Para desenvolver a confiança dos profissionais em seus colegas de trabalho, vale investir em dinâmicas interpessoais e jogos coletivos. Esportes ao ar livre também podem ajudar, pois estimulam o senso de equipe e garantem que os profissionais aproximem-se uns dos outros. A confiança interpessoal é construída aos poucos, já que demanda tempo e muita energia.

Mentalidade elástica

Há dois tipos de mentalidade: a perseguidora e a elástica. A primeira acredita que, para fazer mais coisas, é preciso uma maior quantidade de recursos. A segunda, que os atuais recursos podem ser reaproveitados para conseguir mais coisas.

Ou seja, a mentalidade elástica refere-se a um tipo de mentalidade criativa, que adapta e extrai grandes resultados dos recursos disponíveis. É uma importante competência aos membros de equipe e, sem dúvida, deve ser desenvolvida.

Com a mentalidade elástica, os profissionais encontrarão novas formas de obter resultados e compartilhar coisas com seus colegas. Também terão economia, o que promove inovação e gera competitividade ao negócio.

Comunicação clara

Para que haja trabalho em equipe, cada um dos membros deve aprender a se comunicar bem. Isso não significa apenas falar com eloquência, mas saber ouvir e entender o colega de trabalho. Na medida em que os profissionais melhoram sua comunicação, o time de trabalho tende a ser mais alinhado nas tarefas diárias e experimentar menos erros.

Felizmente, há muitas alternativas para desenvolver a comunicação dos talentos. Investir em cursos e em palestras dedicadas ao assunto é um bom começo. Também é possível adotar e estimular o uso de novos canais de comunicação, como aplicativos mobile ou redes sociais corporativas. E mais, manter todos os funcionários conscientes de que o diálogo é essencial.

Empatia

Por fim (e talvez o mais importante), o trabalho em equipe depende de empatia. Isso significa que os talentos devem ser capazes de compreender emocionalmente os seus colegas de trabalho e se colocar no lugar dos outros. Assim, é bem provável que haja um maior grau de compreensão mútua, além de entusiasmo para cumprir tarefas diárias.

O desenvolvimento da empatia é um exercício. É necessário que os talentos se conheçam mais profundamente e identifiquem seus objetivos, forças e fraquezas. Estimular encontros fora do trabalho pode ajudar bastante. Comemorar datas especiais (aniversários e dia dos amigos, por exemplo) também é útil. Com boas táticas, a empatia será desenvolvida.

Veja, agora você está por dentro do assunto. Não é uma tarefa fácil construir um ambiente propício para o trabalho em equipe, mas são muitas as vantagens de ter um time realmente alinhado e engajado. Logo, vale o esforço. Comece ao entender mais a sua equipe, seus pontos fortes e fracos. Depois, desenvolva as habilidades individuais dos seus membros. No fim, sua empresa, seus funcionários e clientes serão beneficiados.

E então, gostou do nosso artigo? Agora, aproveite para continuar aprendendo e ficar por dentro das nossas novidades. Singa-nos nas redes sociais — estamos no Facebook, no LinkedIn e no Instagram.