Gamificação em vendas: saiba como usar e quais os benefícios

2019-06-14T14:23:21-03:0021 novembro, 2018|Capacitação no Varejo|

Gamificar é incluir elementos lúdicos (de jogos) nos processos tradicionais. Desse modo, tudo fica mais interessante e divertido, bem como convidativo aos talentos e clientes finais. Mas claro, é preciso saber como usar!

Vender mais é o objetivo de todo negócio, afinal de contas, isso significa faturamento e competitividade. No entanto, faz-se necessário identificar estratégias diferenciadas para superar a concorrência. Aqui, a gamificação em vendas é uma oportunidade!

Em geral, a gamificação é um excelente método para motivar os vendedores e os clientes, bem como tornar o processo de venda mais interessante. Algumas das maiores empresas do mundo, como a Starbucks, fazem uso dessa ferramenta.

Quer saber mais do tema e entender como usar a gamificação? Continue a leitura!

O que é gamificação em vendas?

Gamificação significa, basicamente, incluir um elemento de desafio e diversão nos processos tradicionais, tornando-o mais envolvente. O termo vem de “game”, isto é, uma espécie de jogo que envolve níveis, ações e resultados diferentes.

A Starbucks oferece um bom exemplo. Clientes que compram café no cartão pré-pago ganham estrelas, depois podem trocá-las por mais bebidas e outros produtos da rede. Veja como um elemento lúdico — a “estrela” — foi integrada ao processo de venda.

Nesse caso, o foco está no cliente final, objetivando fidelizá-lo. Outra possibilidade é concentrar os esforços nos vendedores, focando em motivá-los para bater metas, aprender ou crescer na empresa. Agora, resta saber como implementar a gamificação.

Como funciona esse método?

Em primeiro lugar, é preciso definir o público-alvo. Quem é o foco da gamificação? Como visto, pode ser o cliente ou o próprio vendedor, entre outros stakeholders.

Também é necessário definir qual processo será gamificado. No caso da Starbucks, foi a compra com cartão pré-pago — o intuito foi a fidelização. Já para os vendedores, poderá ser o treinamento, o alcance das metas ou o processo de venda em si.

Aprenda a montar uma estratégia de gestão de vendas
para Engajar seus Vendedores de uma forma Divertida

Um terceiro passo é implementar elementos lúdicos ao processo definido. É possível, por exemplo, incluir um medidor de progresso para apontar os colaboradores que estão mais próximos da meta do mês, bem como os que estão mais distantes.

Há outros elementos interessantes, como troféus, estrelas, ranking e desafios.

Em vez de treinamentos tradicionais, por exemplo, você pode propor jogos em grupo para que os vendedores se tornem mais autônomos e absorvam novas competências técnicas. Essa estratégia fora do lugar-comum também é divertida e estimulante.

Quais as vantagens para o setor de vendas?

São muitas as vantagens! Em primeiro lugar, a inovação. A gamificação é um processo que foge ao tradicional, algo novo e capaz de tornar as atividades mais interessantes.

Outro benefício é o estímulo que oferece aos vendedores ou clientes. Com elementos lúdicos, torna-se fácil despertar o interesse, a motivação e manter o engajamento do início ao fim do processo.

Por fim, há o desafio! É uma forma de instigar o público interno ou externo, criar uma “missão” que deve ser alcançada com sucesso. Logo, todos podem se divertir.

Em geral, com a gamificação, todos saem beneficiados — clientes, funcionários e empresa. O público-alvo pode se divertir e alcançar prêmios desejados, já a empresa pode sair do lugar-comum e atingir melhores indicadores. Portanto, vale o investimento!

Agora que entende o que é gamificação em vendas, aproveite para assinar nossa newsletter e receber novos conteúdos sobre gestão, estratégia e liderança. Vamos lá!