Feedback no varejo: você realmente sabe repassar as informações?

Boa comunicação, ética profissional e capacidade de improviso: essas são apenas algumas das principais habilidades que um profissional de vendas deve ter. O feedback no varejo é muito importante em virtude disso, pois possibilita que o indivíduo tenha uma noção mais ampla sobre seu próprio desempenho.

Sendo assim, você realmente sabe como elaborar bons comentários para que seus colaboradores exerçam um trabalho cada vez melhor? Como fazer isso de uma maneira assertiva e, ao mesmo tempo, proveitosa? Se você deseja obter informações relevantes sobre esse tema, continue a leitura deste texto até o fim!

Qual é a importância do feedback no varejo?

Imagine, por exemplo, o quão melhor seria se as pessoas se comunicassem apenas de um modo sincero e transparente. Infelizmente, não é assim que as coisas acontecem, certo?

Feedbacks bem elaborados no varejo, independentemente do nicho de mercado, são úteis no sentido de deixar as relações mais verdadeiras e construtivas. Dessa forma, quando um funcionário erra, é preciso encontrar vias de dizer que ele errou e apontar qual seria a melhor direção a seguir em uma próxima ocasião.

Criar essa prática e executá-la com excelência é essencial para:

  • facilitar as tomadas de decisão;
  • melhorar o rendimento — seja individual, seja coletivo —;
  • estimular a produtividade dos vendedores;
  • ampará-los no cotidiano;
  • motivá-los a crescer profissionalmente.

SAIBA COMO MELHORAR O DESEMPENHO
DA EQUIPE E AUMENTAR AS SUAS VENDAS!

Como dar bons feedbacks?

Para fazer bons comentários, você pode se embasar em dados a respeito da gestão de pessoas em seu negócio e fundamentar aquilo que será comunicado. De qualquer forma, existem algumas dicas gerais que também podem ajudar. Veja, logo abaixo, quais são elas.

Saiba ouvir

Um líder de vendas competente faz observações fundamentadas. Para estabelecer uma liderança brilhante, no entanto, é necessário fazer mais do que isso: saiba escutar tudo aquilo que seus companheiros de trabalho têm a dizer. Portanto, pense muito bem no que pretende falar, mas não se esqueça de ouvir a opinião dos outros.

Seja verdadeiro

Isso quer dizer que você precisa ser honesto, apesar de qualquer situação desagradável que essa sinceridade possa gerar. Ser verdadeiro, no entanto, não quer dizer que você deva ser indelicado — muito pelo contrário! Evite qualquer traço de grosseria em seus dizeres. Aos poucos, por mais dolorosa que a verdade seja, o engajamento dos vendedores só tende a crescer, porque eles confiarão nos retornos obtidos.

Use métricas precisas

Como já mencionado neste post, você não pode improvisar seu feedback. Para que seja de fato proveitoso, é fundamental que ele contenha alguma informação concreta, passível de aplicação.

Por isso, mostre indicadores de produtividade e outras métricas do gênero para que seus colegas consigam visualizar a mensagem que você quer passar em números. Além disso, esse tipo de atitude fomenta não só as críticas, mas também os elogios.

Nesse sentido, é mais do que válido recorrer a uma ferramenta de gestão de desempenho. Todas as informações que ela pode fornecer e integrar são demasiadamente enriquecedoras para dar feedback no varejo e gerir as pessoas de forma qualificada. Afinal, isso interfere diretamente nos resultados de sua empresa.

Se você gostou deste texto e quer encontrar outros conteúdos bacanas sobre RH, siga nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Facebook e no LinkedIn. Ou entre em nosso site.

1
Olá, podemos ajudar?
Powered by