Como gerenciar e manter a equipe engajada? 5 dicas essenciais

2022-02-22T09:29:20-03:005 abril, 2018|Gestão de Pessoas no Varejo|

 

Contar com uma equipe engajada é hoje um dos maiores diferenciais das organizações e também um importante desafio a ser conquistado. Os trabalhadores, sobretudo aqueles das chamadas gerações Y e Z, estão cada vez mais exigentes. E, com isso, oferecer apenas um bom salário não é mais suficiente para manter as equipes motivadas e alinhadas aos objetivos organizacionais.

É preciso ir além, porque não basta oferecer mais do mesmo. É importante que as empresas se empenhem em conquistar não somente o público externo, mas também, o público interno. Ou seja, os seus próprios colaboradores, pois funcionários engajados são também mais eficientes e produtivos.

Qual é a importância do engajamento da equipe?

A maior definição para engajamento está na que mostra a relação entre os valores e objetivos do funcionário e da empresa. Isso acontecendo, vemos uma ligação mais forte entre eles. E, como consequência, o funcionário mais energia e disposição para realizar as tarefas.

Uma equipe engajada é aquela que tem realização em exercer suas atividades. Além disso, tem funções compatíveis com sua visão de propósito pessoal, garantindo significado em cada atitude.

Ou seja, um profissional dedicado, que tem orgulho de trabalhar na empresa e encontra nela uma visão para a sua vida, é engajado.

Mas, como conseguir isso? Como gerenciar e manter a equipe engajada, mesmo com os desafios próprios do dia a dia empresarial e motivá-la a dar o seu melhor em prol dos objetivos organizacionais?

Este post é justamente sobre isso. Se você está precisando de respostas para essas perguntas, confira as 5 dicas que preparamos para você!

1- Valorize os seus colaboradores

O primeiro ponto que merece atenção quando o assunto é manter a equipe de trabalho engajada é a valorização do trabalhador. Mais que receber um bom salário, o profissional deseja ser reconhecido por aquilo que faz e sentir que seu desempenho é fundamental para o sucesso de toda a empresa.

Valorizar é dar espaço para opiniões, reconhecer os méritos do profissional, parabenizá-lo por um bom trabalho, oferecer uma remuneração justa e assim por diante. São ações simples, mas que fazem toda a diferença no desempenho e motivação da equipe.

Porém é importante saber que, profissionais satisfeitos nem sempre estão motivados. Ou seja, a satisfação não é a principal causa da motivação.

Por isso, valorizar um colaborador vai além de suas recompensas e salários. É importante mostrar à equipe que eles fazem parte da empresa e são importantes. Para que isso aconteça, os objetivos devem ser comuns entre empresa e funcionários e seu papel deve ser bem definido.

Um outro ponto importante é a perspectiva de crescimento onde o senso de colaboração é visto dentro do ambiente de trabalho. Ter uma equipe engajada é valorizar suas ideias e projetos, dar autonomia e responsabilidade dentro da empresa.

Como consequência poderemos ver um maior senso de colaboração dentro do ambiente de trabalho.

2- Dê feedbacks

Outro ponto chave para manter uma equipe engajada é o feedback. A avaliação e orientação do líder funciona como uma espécie de bússola que vai orientar o trabalhador na realização das suas funções.

Com o feedback sincero, o funcionário pode direcionar suas tarefas de forma cada vez mais assertiva e contribuir efetivamente para o sucesso e resultados comerciais.

Mas aqui cabe a observação de agir com cautela na hora de apontar as falhas do colaborador para que o feedback não venha a constrangê-lo. Além do bom senso, vale a máxima “elogiar em público e corrigir em particular”.

Incentivar o feedback contribui não apenas para ter uma equipe engajada, mas também para toda a empresa. Por isso, separamos um artigo especial para você com algumas dicas de como dar um feedback negativo, cliquei aqui.

Lembre-se que a gestão precisa estar comprometida para conseguir uma equipe engajada. Ou seja, é necessário influenciar seu time para que todos sejam incorporados nos valores da empresa.

Não adianta o gestor incentivar o feedback e falar o quanto ele é importante mas, na prática, ele não existe. Isso porque uma cultura organizacional deve existir para a sua equipe ser engajada. Ou seja, a liderança precisa ser um modelo e implementar o feedback para que isso se estenda aos colaboradores.

3-Ofereça benefícios empresariais

Os benefícios empresariais são excelentes mecanismos para motivar a equipe de trabalho. Além de demonstrar preocupação e zelo do empregador com o seu time de colaboradores, os benefícios oferecidos vão compor a identidade da empresa e mostrar que ela valoriza o trabalho prestado por seus funcionários.

Nestes benefícios podem estar incluídos tanto planos de saúde e convênios odontológicos quanto a participação nos lucros e bonificações.

Algumas empresas oferecem convênios com academias, o que proporciona acesso à saúde e disposição dos funcionários. São vários os benefícios que sua empresa pode oferecer para ter uma equipe engajada, mas nem toda empresa é igual. Não é porque uma empresa oferece um benefício que é o melhor para a sua empresa também. Tudo deve estar ligado aos seus funcionários e do que eles precisam para estarem mais motivados.

Uma empresa mais empresarial por exemplo, pode incluir serviços de babá, creche e convênios com locais como resorts e hotéis. Já para modelos de equipes mais modernas, academias, bares e eventos podem trazer aquele engajamento que sua equipe precisa.

4- Aposte no modelo de liderança colaborativa

O modelo de liderança é outra pedra de toque do engajamento e motivação de uma equipe de trabalho. Um bom líder consegue motivar os seus colaboradores a se dedicarem de forma cada vez mais efetiva às suas funções, pois sabe lhes mostrar a importância do papel individual no desempenho de toda a equipe.

Além do mais, outro aspecto importante de uma boa liderança é o modelo colaborativo, o liderar pelo exemplo. Muito melhor do que apenas dizer o que deve ser feito, é mostrar como se faz na prática.

A liderança é uma das principais facetas de uma organização. Um líder acessível, participativo e atuante consegue conquistar e fidelizar os colaboradores. Além do mais, a forma de liderar vai impactar em vários aspectos das relações de trabalho, desde o desempenho do time até o clima organizacional.

Estamos em uma era onde os babys boomers estão saindo do mercado e a Geração X está ocupando os postos de liderança. Além disso, os Millennials estão vindo para o mercado buscando fatores intangíveis. Ou seja, relacionamentos, realizações e um envolvimento com a empresa relevante.

Portanto a liderança deve entender que, para ter uma equipe engajada é necessário trazer um novo significado ao dinheiro. Ou seja, seu time precisa entender que seus esforços estão criando uma contribuição social efetiva.

5- Cuide do clima organizacional

Por fim, vale lembrar ainda da importância de zelar pela manutenção de um bom clima organizacional.

O ambiente corporativo compõe a atmosfera da empresa e é o combustível que faz com que os colaboradores se sintam à vontade dentro da organização, acolhidos e valorizados pelo líder e pelos colegas de trabalho.

Em um ambiente amistoso, cordial e colaborativo, as pessoas se sentem mais felizes e motivadas, o que aumenta a satisfação do trabalhador com as suas funções e com a empresa em que trabalha.

Uma ideia para você criar esse ambiente agradável dentro da empresa é propor atividades diferentes que quebrem com a rotina. A gamificação por exemplo, pode ser usada nos processos da empresa e cria uma metáfora entre os objetivos e esforços do trabalho. Dessa forma, o time consegue visualizar suas metas de maneira diferente, não pensando apenas nos bônus em dinheiro.

Essa metodologia é uma das que seus gestores podem praticar para cuidar do clima organizacional da empresa.

Como medir engajamento da equipe

Existem várias maneiras de medir o quanto sua equipe está engajada. Uma forma muito utilizada é analisar os KPIs gerais e de cada setor. O objetivo é verificar se as metas foram batidas e se a equipe está com um desempenho bom.

Você também pode utilizar pesquisar internas para medir esse nível de engajamento. Quanto maior o número de participantes, melhor!

CTA ebook feedback

Qual é o preço de uma equipe não engajada?

Equipes não engajadas na empresa podem trazer um prejuízo de cerca de R$150 bilhões por ano no Brasil. Além disso, estudos mostram que 34% dos funcionários não estão felizes com o seu emprego atual e o largariam. E, 84% disseram que queriam ser mais felizes do que são atualmente em seu trabalho.

Com isso vemos que a falta de engajamento é um problema no mercado que precisa ser resolvido.

Por isso é tão importante seguir essas 5 dicas e conquistar uma equipe engajada o mais rápido possível.

Dica bônus: Use a tecnologia como aliada.

Além das dicas que você leu acima, a tecnologia pode trazer muitos benefícios para conquistar uma equipe engajada. Um desses benefícios é a facilidade de comunicação entre gestores e colaboradores.

A Casting é um software que te ajuda a organizar e comunicar sua equipe com facilidade e agilidade. Nele você pode verificar todos os dados da empresa através de um aplicativo seja no celular, tablet ou computador.

Quer saber mais? Então peça agora mesmo uma demonstração a nossa equipe de especialistas.

Gostou do nosso artigo sobre como manter a equipe engajada? Então assine a nossa newsletter e receba periodicamente mais conteúdo como esse na sua caixa de entrada!

Aproveite e leia também esse artigo que vai te ajudar com 3 dicas para melhorar a comunicação da equipe de vendas.

Compartilhar este Artigo

Ir ao Topo