7 dicas para ter um bom planejamento estratégico na sua loja

2021-12-28T16:09:45-03:002 março, 2018|Sales Performance Management|

Ter um planejamento estratégico bem elaborado e definido para sua loja é fundamental para obtenção de bons resultados e distinção do negócio no mercado dinâmico e competitivo que é o varejo.

Um bom plano estratégico vem de diferentes questões como análises internas e externas, definições de objetivos, metas, missão, valores, indicadores de resultados, e mais. Após as informações e dados coletados, é importante que se faça o plano e um acompanhamento dos resultados para que seja possível uma melhor comunicação e, assim, uma melhor conexão entre loja, funcionário, público-alvo e cliente.

Segundo um dos mais influentes especialistas em planejamento estratégico e professor na Harvard Business School, o norte-americano Michael Porter, a estratégia pode ser estabelecida como “ações ofensivas ou defensivas para formar uma posição em uma indústria que possibilite a defesa em um determinado setor para que seja possível conseguir um maior retorno sobre o investimento”, ou seja, são ações colocadas em prática com objetivo de conseguir uma boa posição no mercado e aumentar vendas.

Como fazer o planejamento estratégico

O planejamento estratégico é uma ferramenta dinâmica, atuando como um roteiro para que a empresa alcance seus objetivos. Sendo assim, esse processo auxilia na avaliação do desempenho do negócio ao longo do tempo. Portanto é importante revisar esse planejamento periodicamente.

Dentro das empresas esse planejamento consiste em três etapas essenciais que são a discussão, o desenvolvimento e a revisão.

No que se refere à discussão deve ter como objetivo primordial entender qual o momento atual da empresa e aonde se quer chegar para obter as produtividade e sucesso almejados.

Com essa ideia é importante reunir as informações necessárias bem como saber opiniões de funcionários e gestores.

Esse é o momento certo para ficar dentro do que a empresa está fazendo bem e o que pode melhorar.

Sendo assim, ao entender o desenvolvimento da empresa em si, é importante descrever com detalhes como serão os planos de ação. Além disso, é necessário analisar por quem executará e quais os resultados esperados na sua realização.

Tendo em vista a grande importância de ter e acompanhar um plano estratégico para o sucesso de uma empresa, selecionamos algumas dicas para você aplicar em sua loja e ter um planejamento sólido, bem-sucedido e que trará bons efeitos. Continue lendo!

1. Defina a missão, visão e valores da loja

O planejamento é a alma do negócio. Por isso, nas vendas, organizar é progredir. Ao planejar suas vendas deverá priorizar tarefas e consequentemente os produtos poderão ser ofertados num tempo menor que o esperado. Essa é uma das vantagens de um planejamento estratégico feito com objetivos adequados a cada loja.

Através desse planejamento o risco de atraso nas entregas será menor e a produção aumentará.

Através de um planejamento estratégico as empresas deverão considerar alguns aspectos, como a missão da loja, a visão e os valores a serem estipulados em cada produto. Tendo em mente um bom planejamento deve se analisar objetivos a curto, médio e longo prazo, dentro de um plano de ação específico.

Portanto se ele for bem elaborado, desempenhará um papel fundamental no crescimento de qualquer empresa, pois agirá como um guia.

A partir do momento no qual a missão, a visão e os valores da empresa estão estabelecidos, fica mais fácil ter um caminho para o planejamento estratégico ideal, que esteja de acordo com as políticas do negócio.

Para definir esses elementos, é necessário entender o conceito de cada um:

Missão: é a razão pela qual a empresa existe, o papel dela diante a sociedade.

Visão: são os sonhos da empresa, pretensões de onde chegar ou do que ser a longo prazo.

Valores: é um conjunto de princípios morais, éticos e filosóficos que determinam como a empresa deve se portar e como os membros terão suas condutas.

Essa definição é essencial para validação do planejamento a longo prazo, sempre tendo em vista as crenças e os objetivos do negócio.

2. Saiba como está o cenário do mercado atual

Ter em conta a situação na qual o mercado se encontra é muito importante para que o planejamento a ser realizado esteja alinhado com as condições que esse mercado está proporcionando para aquele determinado período.

Com o cenário estudado e estabelecido, é possível prever em quais meses as vendas podem aumentar, em quais podem diminuir ou se há algum fator previsto que cause um desajuste, para, assim, montar um plano estratégico de acordo com essas informações.

O público e seus anseios e necessidades, estão se reinventando sendo assim influenciados por novas tendências do mercado. Por isso, nesse momento, os objetivos devem se transformar em metas alcançáveis com prazos bem definidos.

Sendo assim é importante definir métricas, estratégias para mensurar a qualidade e quantidade dos resultados em relação ao que deve se atingir com esse planejamento estratégico.

Seus funcionários devem vestir a camisa da empresa. Ou seja, a responsabilidade é de uma política efetiva de valorização do funcionário.

Após a observação dos resultados obtidos nas avaliações das métricas e resultados, é hora de determinar quais os principais diferenciais da empresa. Com isso feito, seus esforços caminharão para investimentos e planejamentos mais bem-sucedidos.

O planejamento estratégico é o momento certo para colocar em prática novas tecnologias. Com esse processo no seu planejamento, a empresa terá mais controle dos objetivos ou resultados.

CTA ebook gestão de pessoas no varejo

3. Dê ouvidos ao público-alvo

O público-alvo, também conhecido como target, são pessoas que possuem um interesse em comum por um produto que a empresa oferece. Saber o que seu público-alvo deseja tem grande influência na hora de pensar e elaborar um planejamento estratégico, afinal, haverá mais vendas se os produtos forem de pleno interesse e necessidade dos compradores.

Os públicos podem variar em razão da região geográfica onde vivem, idade, sexo, classe social, estilo de vida e muito mais. Por isso, primeiramente, é preciso separá-los de acordo com essas classificações, para, então, entender o que cada um quer ou necessita em um produto.

Ouvir as críticas, posições e opiniões dos consumidores também é bastante importante para que esses se sintam incluídos nas decisões da loja e realizem mais compras. Depois de entender seu público-alvo e o que eles precisam, fica mais simples traçar uma estratégia que ofereça algo que chame a atenção e que tenha maior eficácia e engajamento.

4. Tenha em mente os objetivos e as metas

Após ter conhecimento sobre o cenário daquele determinado período e sobre o seu público-alvo, trace os objetivos de vendas e as metas que deseja alcançar.

Os objetivos são definições de o que se pretende alcançar ou aonde se quer chegar, já as metas são conquistas quantitativas em um curto prazo, como se fossem pequenas tarefas que vão sendo realizadas até chegarem ao objetivo maior.

As metas devem ser pensadas mensalmente, semestralmente ou trimestralmente, e os objetivos podem ser revisados de acordo com o andar das pequenas conquistas. Após definidos, atribua as metas a cada vendedor, tendo sempre em vista sua área de atuação e desempenho.

Essa é uma etapa essencial para que um empreendimento seja bem-sucedido, pois são essas metas e esses objetivos que determinarão as ações e as estratégias a serem realizadas e, com elas, é possível medir como está o desempenho e os resultados que estão sendo obtidos.

Sabemos, portanto, que é importante criar metas e objetivos que sejam realistas e mensuráveis. Então, para acompanhar o alcance da meta, é necessário mensurar os números de vendas na empresa.

Sendo assim, o planejamento estratégico deve ser um documento de reavaliação do plano bem como fazendo as mudanças necessárias.

Sua revisão envolve analisar o progresso alcançado e o desempenho atual da equipe em cada plano de ação e objetivo. Assim, poderá descobrir o que deu errado e por que sua empresa não está no ritmo esperado quando iniciou.

5. Qual é o momento ideal para planejar?

A realização do planejamento estratégico é um momento de reflexão, discussão, avaliação e direcionamento dos rumos que a empresa deve tomar. Por isso, esse é um período que inicia de dezembro a fevereiro. Pois, nesse momento faz-se um checkup da empresa no qual determinará metas para o ano seguinte.

Através dele avalia-se os pontos fortes e fracos da empresa, a concorrência, as oportunidades de negócio, as lições aprendidas, no decorrer do ano. Depois destas avaliações, o planejamento deve se ater em planos de ação e projetos práticos. Deve definir o que será feito, quando, por quem e que custo será acarretado com essas ações.

Durante a execução do planejamento estratégico devem ser feitas discussões, colocando tudo no papel, relembrando qual é a missão, os valores e a visão da empresa. Deve se reunir o máximo de informações relevantes que possam servir como base para as decisões da empresa. Isso feito o desempenho passará por avaliação no ano anterior, as oportunidades perdidas, como o mercado está se movimentando, como está a concorrência e a produtividade da equipe.

Algumas empresas, porém, decidem fechar seu ano em outras datas que não se referem a essas. Portanto, aí vemos a necessidade dessas análises constantes. Pois, com elas será possível verificar inclusive qual é a melhor data para sentar e fazer um bom planejamento estratégico. Pode ser que o final e começo de ano seja muito corrido para a sua loja, por exemplo.

Por isso, o momento ideal para sua loja é aquele em que você terá a oportunidade de parar e reunir todos os dados citados nas dicas anteriores. E, assim, será possível fazer uma análise completa, detalhada e correta.

6. Acompanhe os resultados do planejamento

Após o plano estratégico implementado em sua loja, é necessário acompanhar o andamento e os resultados de cada mês para saber se as metas estão sendo alcançadas e, consequentemente, os objetivos também.

Com o acompanhamento feito de maneira correta e com certa frequência, é possível observar se o planejamento está trazendo bons resultados ou precisa de ajustes. Assim, é possível realizar feedbacks para a equipe, melhorar o desempenho de funcionários que não estejam atingindo o esperado e fazer as devidas correções no planejamento caso algum ponto não esteja progredindo.

Visto isso, é importante escolher a melhor ferramenta para realizar o monitoramento e a mensuração de resultados.

O Casting, solução da SER, é uma boa opção para esse trabalho. A ferramenta dispõe, por meio de gráficos, números que representam o desempenho de cada funcionário na realização de tarefas, números de vendas, indicadores de produtos que venderam mais e que venderam menos naquele período etc. Além de disponibilizar pequenos treinamentos focados nas necessidades da equipe, que serão executados a qualquer lugar pelo smartphone.

7. Organize e coloque em prática

Finalmente, vem a parte mais difícil que é transformar o planejamento estratégico em planos de ação para cada departamento da empresa. Nesse instante do plano o pensamento sistêmico entra em ação.

Sendo assim, com a prática de ações, decisões serão tomadas para alcançar os objetivos traçados no planejamento. E também é imprescindível refletir a respeito da relevância do planejamento estratégico. Isso porque ele vem das decisões que representa.

Planejar uma estratégia para sua loja pode não ser tão simples quanto parece, porém, estudando seu público-alvo e o cenário do mercado, deixando claras as metas e os objetivos, aplicando e mensurando de forma correta o plano, garante-se um bom resultado.

Lembre-se da importância de reunir todos os times e seus gerentes no momento de mostrar o planejamento estratégico para que toda a equipe ande junto, nos mesmos passos. Ou seja, é importante que estejam alinhados para um ótimo ano de vendas.

Aproveite para incluir nesse planejamento o auxílio que a Casting pode trazer. Clique aqui e fale com um consultor para conhecer mais sobre a ferramenta.

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais para que mais amigos possam ficar por dentro dessas dicas! Assine também nosso newsletter para receber novidades. Aproveite e veja esse artigo que separamos para você sobre como fazer um bom planejamento para o Natal.

Compartilhar este Artigo

Ir ao Topo