5 inovações que mudaram o varejo

2019-06-24T14:52:53-03:0023 abril, 2018|Sales Performance Management|

De alguns anos para cá, o mercado de varejo vem se adaptando cada vez mais às inovações que as tecnologias proporcionam à medida que surgem. A tecnologia tem por objetivo transformar a forma de realizar negócios, e as inovações trazidas por ela vêm caminhando lado a lado com o varejo desde tempos atrás, causando bons impactos.

Cada dia mais o varejo pede mudanças, dinamismo, e, consequentemente, inovações para conseguir manter a competitividade e alcançar as necessidades do consumidor, que, atualmente, está conectado a internet a todo momento e prefere, muitas vezes, ter seus afazeres realizados sem sair do conforto de suas casas.

A necessidade de o varejo aderir a novas tecnologias é uma das indicações do Worldwide Retail 2018 Predictions, que são as previsões para o varejo em 2018, realizada pela Internacional Data Corporation (IDC) para garantir as vendas, a melhor experiência e a satisfação do consumidor.

Tendo em vista a importância da tecnologia, selecionamos cinco inovações que mudaram o varejo e vamos apresenta-las a seguir, explicando como cada uma contribui para o setor, e, assim, você irá entender o real valor dessas inovações, além de aprender a aplica-las.

Algumas práticas acabam destruindo a vontade de trabalhar
Veja se você está fazendo errado e como pode melhorar!

Mobile commerce

No ano passado, o mobile commerce completou 20 anos de existência, e a tendência de uso de smartphone para compras online cresce mais a cada ano. Segundo um estudo realizado pela consultoria eMarketer no fim de 2017, 65% dos latino-americanos esperam poder realizar mais compras através de seus dispositivos móveis.

Além da preferência pelas compras online, os consumidores estão procurando um serviço mais exclusivo e personalizado na hora de realizarem essas compras, e, muitos deles, se dizem dispostos a pagar mais, caso a experiência seja bem-sucedida.

Para que a experiência realizada pelo usuário seja boa e completa, são necessários que alguns pontos sejam atingidos, como a facilidade de navegação, tempo de carregamento, utilidade, etc. E, talvez o mais importante, é necessário que o m-commerce desperte sentimento de confiança no consumidor, pois sem essa confiança, as vendas não acontecem.

De um tempo para cá, o mobile commerce se tornou um canal cada vez mais importante para os varejistas poderem interagir com os clientes, e, consequentemente, vender.

Mídias sociais

As mídias sociais tomam cada vez mais espaço no dia-a-dia das pessoas em todo o mundo. Facebook, Instagram, Twitter, LinkedIn, YouTube, entre outras plataformas, vêm transformando a comunicação entre comerciantes e cliente, além de transformarem, também, o modo de pesquisa dos clientes para encontrarem o que querem ou precisam.

Hoje, as mídias sociais são canais indispensáveis para as empresas que querem ser bem-sucedidas. Essas redes permitem que os varejistas tenham a oportunidade de reunir diversas opiniões sobre seus serviços ou produtos, e, também, permitem a difusão de material publicitário de forma mais rápida e fácil, atingindo a um grande número de pessoas sem grande esforço.

Big Data

Recolher dados, separa-los, coloca-los em planilhas e certificar-se de que não há erros é um trabalho que demanda tempo e a opção de erro não pode acontecer. No varejo, o tempo e a certeza são fatores determinantes para impulsionar as vendas e obter bons resultados.

A tecnologia conhecida como Big Data surgiu para solucionar esse problema. Ela consiste em recolher e analisar dados para que as informações se tornem mais relevantes para as empresas, além disso, a margem de erro com a utilização dessa tecnologia quase não existe. Para as empresas que possuem uma grande quantidade de dados, como dados de mais de uma loja, há a necessidade de uma boa análise, e essa tecnologia facilitou, e muito, esse processo.

O Casting consegue recolher os dados e realizar a análise para o varejista em poucos minutos, possibilitando com que toda a informação possa ser acessada por smartphones através de gráficos, indicadores e muito mais.

Algumas práticas acabam destruindo a vontade de trabalhar
Veja se você está fazendo errado e como pode melhorar!

Internet das Coisas

A Internet das Coisas é uma realidade que simplificou o gerenciamento para os varejistas e melhorou a experiência do cliente nas lojas. Além disso, investir em IoT reduz custos, reduz a chance de erros operacionais, impulsiona os negócios e aumentam as vendas.

Em seu conceito, a Internet das Coisas refere-se a uma revolução tecnológica que visa conectar objetos utilizados no dia-a-dia à rede mundial de computadores.

Os dispositivos de IoT trouxeram mudanças e causaram impactos na indústria, já que, com os dados coletados, tornou-se possível atender os clientes de forma mais personalizada, além de conseguir, também, a identificação de tendências com mais precisão.

Esse mercado tem pretensão de alcançar cerca de US$ 7,1 bilhões até 2020, com mais objetos sendo conectados todos os dias.

Marketplaces virtuais

Os marketplaces virtuais são plataformas nas quais vendedores, que podem ser mais de um, oferecem seus produtos e serviços a possíveis compradores. Por exemplo, o MercadoLivre é um marketplace virtual que reúne diversas lojas, de diferentes donos.

Essas plataformas permitem com que os varejistas vendam para todo o mundo e compitam com pessoas que já se encontram bem estabelecidas no mercado. Essa inovação também permitiu com que os clientes encontrassem concorrência e pudesse escolher melhor entre os preços.

Esses marketplaces ajudam os pequenos comerciantes online a nivelar-se em relação a outros negócios, porque oferecem acesso a uma carregada base de clientes e infraestrutura necessária para vender online.

Essas são cinco das muitas inovações que impactaram e mudaram o varejo. Agora que já sabe quais são elas, no que elas impactaram e como utiliza-las, já pode aderi-las aos seus negócios!

Nos siga nas redes sociais e compartilhe esse e outros conteúdos para que mais amigos tenham acesso! Assine, também, nossa newsletter para receber novidades.