3 passos para aumentar a organização de dados na sua loja

2019-06-28T15:06:51-03:0026 fevereiro, 2018|Produtividade de Vendas, Sales Performance Management|

A organização e a análise de dados para o varejo são, sem dúvidas, de extrema importância para o desenvolvimento de um negócio. Em primeiro lugar, apenas os dados coletados não exercem funções estratégicas para as empresas; isso só acontece se esses dados forem transformados em informações que se tornem conhecimento de negócio e tenham impacto direto nos processos que possuem valor para a organização, como definições de metas, valores faturados, números de vendas realizadas por funcionários, entre diversos outros.

Daí vem a importância de manter os índices atualizados e organizados de forma correta. Tendo em vista o setor altamente competitivo e dinâmico que é o varejo, ter as informações organizadas de forma correta e rápida é indispensável para ter um panorama geral da empresa, melhorar as vendas, o faturamento e a produtividade dos funcionários e líderes, além de que, a tomada de decisões baseada em informações confiáveis vindas desses dados diminui a chance de erros e de riscos.

Ter os dados organizados para fácil acesso ajuda com que determinadas iniciativas possam ser tomadas pela empresa, já que fica mais simples a identificação de problemas e outras diferentes questões.

Pensando nisso, selecionamos dicas para aumentar a organização de dados nas lojas para que, assim, você consiga desenvolver, cada vez mais, seu negócio. Continue lendo!

Aprenda a medir e melhorar
o desempenho da sua equipe!

Mantenha o espaço físico organizado

Inicialmente, separar os setores administrativos dos espaços para a exposição dos produtos para os clientes é muito importante. Enquanto o cliente precisa de um espaço que tenha clareza e arrumação na disposição dos produtos, a área administrativa tem de conter fichas com dados de funcionários, líderes, compras, vendas, controle de estoque, pagamentos e muito mais, tudo isso bem organizado e atualizado.

Manter os dados impressos ainda é bastante comum, mesmo com o avanço da tecnologia. Muitas pessoas confiam mais em suas próprias anotações, porém, anotações e cálculos feitos a mão estão sujeitos a mais erros e precisam de uma maior atenção e dedicação.

Deixar as fichas de informações separadas por categorias é um meio de simplificar o trabalho de quem vai as analisar, facilitando encontrar o que se está procurando e ter mais exemplos do mesmo grupo para possíveis paralelos.

Separe os dados em grupos 

Todo negócio possui uma grande quantidade de dados. Visto que há informações relacionadas as vendas, as compras, o estoque, os pagamentos, entre outros, a melhor opção para organizá-los é separá-los em grupos.

A partir de cada arquivo, você pode selecionar quais informações contribuem para cada objetivo. Os objetivos só conseguem se sustentar e serem cumpridos se, em sua base, houver dados concretos e exatos, por isso, se houver dois ou mais objetivos diferentes, separar os dados de acordo com o que cada objetivo pede é a melhor opção para boas tomadas de decisões e melhores resultados.

Essa separação também será importante para priorizar dados que são mais importantes para determinados momentos e descartar aqueles que não são necessários.

Já o modo a ser feito pode variar, podendo ser, por exemplo, por meio de uma planilha com linhas, colunas e abas bem construídas para que a leitura seja realizada com mais facilidade.

Aprenda a medir e melhorar
o desempenho da sua equipe!

Use a tecnologia

Já é sabido que, como mencionado anteriormente, processos manuais estão mais sujeitos a erros; logo, automatizar atividades por meio de tecnologias garantem mais confiabilidade e exatidão na hora de organizar e analisar dados.

Sabendo que dados incorretos levam a análises incorretas e informações comprometidas, utilizar-se das novas tecnologias pode proporcionar um impacto mais eficaz na realização, organização e, posteriormente, nas análises dos dados coletados nas empresas.

A tecnologia conhecida como Big Data são soluções que cruzam, calculam e otimizam informações do varejo, e, por isso, são muito importantes antes de adotar qualquer tipo de ferramenta. A Big Data fará com que as informações fiquem claras e precisas para compreender desde o comportamento do cliente até os valores obtidos em determinado período.

Quando há uma grande quantidade de dados, como dados de mais de uma loja, analisa-los para transformá-los em informações relevantes para o negócio se torna uma tarefa cada vez mais difícil. O Casting consegue fazer isso para o varejista em poucos minutos, disponibilizando toda a informação que pode ser acessada através de smartphones a qualquer hora. A ferramenta conta com gráficos de performance de cada vendedor, indicadores de desempenho de vendas, e muito mais.

Hoje, de acordo com informações retiradas do evento Singularity University Global Summit, em São Francisco, na Califórnia, existem cerca de 2,6 bilhões de smartphones no mundo e nove vezes mais informações foram gerados nos últimos dois anos. Com isso, é possível perceber que ter os dados na palma da mão, com exatidão, em qualquer lugar e a qualquer hora é bastante relevante para as pessoas, que estão cada vez mais conectadas.

Agora que tem dicas de como aumentar a organização de dados em sua loja, escolha alguma e aplique-a em seu negócio! Fazendo isso, suas estratégias tendem a serem mais bem elaboradas, suas metas alcançadas e o seu desempenho ampliado.

Gostou do conteúdo? Siga nossas redes sociais para ficar sempre atualizado com nossas novidades e compartilhe nossos artigos para que seus amigos também fiquem por dentro do assunto. Estamos no Facebook e LinkedIn!

1
Olá, podemos ajudar?
Powered by